Brasileiros usam XVideos para piratear filme Cruella do Disney+

A Disney lançou o filme Cruella diretamente no serviço de streaming Disney+, mas os usuários precisam pagar uma taxa adicional de R$ 69,90 para acessar o conteúdo atualmente. Para fugir da cobrança, alguns brasileiros piratearam o longa-metragem usando o site de conteúdo adulto XVideos.

Segundo informa o Notícias da TV, um usuário realizou o upload do filme completo na plataforma de filmes adultos. A Disney conseguiu derrubar sua produção do site, mas o assunto acabou virando meme nas redes sociais.

Graças à repercussão, o nome do site de pornografia chegou a aparecer entre os assuntos mais comentados do Twitter na manhã desta segunda-feira (31). O assunto gerou piadas e também críticas à cobrança extra adotada pela Disney em seu serviço de streaming para lançamentos de filmes.

Protagonizado por Emma Stone, o filme Cruella aborda a origem da icônica vilã da animação 101 Dálmatas. Além de ser distribuído com o Premier Access do Disney+, a produção dirigida por Craig Gillespie também está em exibição em alguns cinemas.


Tecmundo - Noticias na TV

Vicente Neto

Sou redator de notícias do site. Estudante de Sistema de Informação pela a UFC, curto animes, mangás e games desde os 15 anos, meu primeiro anime foi Sword Art Online. Sou programado e nas horas vagas design gráfico e editor de vídeos. facebook instagram twitter linkedin

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem