Coreia do Sul propõe prisão para qualquer pessoa que fizer referência à bandeira do Sol Nascente do Japão

Em 14 de maio, um parlamentar pertencente ao Partido Democrático da Coréia do Sul, que domina naquele país, propôs um projeto de lei que “impeça a distorção da história”, punindo com prisão ou outras penas a quem se comportar de forma que glorifique ou apoie o imperialismo japonês, por exemplo, por meio de referências à Bandeira do Sol Nascente do Exército Imperial do Japão.

Nos últimos anos, no entanto, o povo da Coreia do Sul se tornou extremamente sensível a qualquer coisa que considere semelhante à Bandeira do Sol Nascente, a insígnia do imperialismo japonês, e atraiu críticas de vários meios de comunicação. Houve até quem apontou que uma parte do motor de um avião se referia a esta bandeira e alguns outros apontaram a embalagem de um hambúrguer do Burger King para a mesma situação em 2017.

Para piorar as coisas, as supostas referências à Bandeira do Sol Nascente também só aumentaram recentemente, sendo esta situação representada na indústria de anime pelos brincos do personagem Tanjirou Kamado de Kimetsu no Yaiba, e até o cantor popular Justin Bieber conseguiu na mesma controvérsia sobre o design de sua jaqueta durante uma apresentação no Japão no mês passado.

A proposta mais recente de membros do Parlamento da Coreia do Sul parece ser o resultado das ações abertamente anti-japonesas do atual presidente, Moon Jae-in, como relatou o Yahoo! News Japan. Na verdade, até mesmo na Coreia do Sul tem havido comentários contrários a essa medida, destacando: “Não acho que esse tipo de pessoa deva pertencer ao Parlamento“, “É difícil que uma pessoa com essa mentalidade receba dinheiro dos nossos impostos… o país enlouqueceu“,”Não é diferente do Presidente Moon” e “Melhor aplicar esta lei àqueles que elogiam e se inspiram na Coreia do Norte.”

Anime United

Lucas Gomes

Olá, meu nome é Lucas Gomes, sou criador de conteúdo e redator.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem