GTA online é utilizado para realizar recrutamentos de cartel de drogas, segundo a Forbes

Os jogadores do jogo Grand theft auto (GTA), conhecem como é trabalhar para organizações criminosas dentro do game. O que muitos não esperam é que cartéis usariam o título da Rockstar para recrutar pessoas para trabalharem com o tráfico de entorpecentes na vida real.

Em 2021, a polícia mexicana revelou que jovem estavam sendo recrutados para trabalhar em cartéis por meio dos videogames populares como: Freefire & GTA Online. Na época, existiam poucas evidências sobre estes casos.

Segundo uma publicação da Forbes, os Estados Unidos reuniram evidências de que o jogo GTA online realmente é uma ferramenta utilizada por cartéis de narcotráfico do México para realizar recrutamento. Em novembro do ano passado, funcionários da alfândega e proteção de fronteiras do Arizona estavam is pressionando um Jeep Cherokee quando encontraram quase 60 quilos de metanfetamina, disse o governo.

Quando perguntaram à motorista, Alyssa Navarro, qual era sua história, ela disse que em janeiro daquele ano estava jogando Grand Theft Auto Online quando conheceu um homem que se chamava “George”. O boletim de ocorrência do caso narra que Alyssa Navarro e George começaram a conversar no Snapchat e depois se conheceram pessoalmente em Phoenix.

A suspeita disse que George ofereceu U$ 2 mil, cerca de R$ 10 mil na cotação atual, para trabalhar como “corredora”, função que envia mercadorias para México pela fronteira. Navarro relatou para a investigação que foi orientada a encontrar um contato no México chamado Alfredo, que lhe deu o Jeep e a função de encher tanques de gasolina em postos ao longo do caminho. As drogas foram encontradas pela polícia dentro do tanque de combustível.

Quando os investigadores perguntaram se Navarro não estranhou a oferta de emprego ou questionou se era boa demais para ser verdade, ela concordou. A motorista foi acusada de conspiração para importar e vender metanfetamina, bem como posse de drogas. No início deste mês, ela se declarou inocente. O Departamento de Justiça não comentou o caso.

Em outubro de 2021, a polícia mexicana em Oaxaca disse que três menores foram recrutados pelo Free Fire para atuarem como vigias do cartel. As crianças receberam cerca de US$ 200, cerca de R$ 1 mil, por semana. Na época, também foi relatado que várias equipes de narcóticos, incluindo o Cartel de Sinaloa, estavam entrando em contato com crianças tarde da noite em GTA Online.

Fonte: Forbes e CanalTech

Lucas Gomes

Olá, meu nome é Lucas Gomes, sou criador de conteúdo e redator.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem