Editoras Trem Fantasma, Skript e Projeto Chroma lançam obras inéditas no Circuito Catarinense de Quadrinhos - CCQ 2022

O Circuito Catarinense de Quadrinhos apresenta nesta edição lançamentos de obras de algumas das principais editoras de HQs do Brasil. São 22 lançamentos no total, incluindo uma aventura inédita de Sherlock Holmes em quadrinhos, uma versão em HQ de lenda indígena da etnia kaingang (Sul do Brasil) e traduções aguardadas. O CCQ começou na sexta (18) e segue até este domingo (20) com programação gratuita para todas as idades. Exposições, oficinas para crianças, sessões de cinema, espaço de jogos, concurso de cosplay, masterclass, feira de artista, conversas e muito mais. O evento ocorre no Boulevard 14/32 da Floripa Airport, em Florianópolis. Programação completa no site https://www.ccqoficial.com/. 

Dentre os lançamentos aguardados, estão três obras do Projeto Chroma, que trouxe para o Circuito histórias de Portugal com tradução para o português do Brasil. A Editora Skript está com três lançamentos, dentre eles San Martín, de Alberto Breccia. Já a Editora Trem Fantasma apresenta cinco novos lançamentos, incluindo uma coleção inédita de charges de Ricardo Manhães e contos de Wander Antunes. 

Confira abaixo a lista completa dos lançamentos.

  • -João Verdura e o Diabo, de Marcel Bartholo

Obra reúne desenhos do artista e tem roteiro assinado por Lillo Parra. Publicação da Balão Editorial.

  • - Dobras, de Guilherme Smee e Dieferson Trindade

A história em quadrinhos Dobras faz uma alusão aos origamis, elemento característico da cultura japonesa. A HQ apresenta um conjunto de três narrativas entrelaçadas que perpassam o relacionamento de Yoshiro e Cassiano, um pai e um filho determinados a cuidarem um do outro. Já na primeira narrativa, as dobras que parecem representar felicidade escondem também momentos de tristeza, frustração e revolta. Nas narrativas seguintes, novas dobras trazem outras formas moldadas nos papéis que representam em suas vidas, trazendo à tona passado e presente como recursos para alterar um futuro que parece inevitável.

  • - Mandinga!, de Guilherme Smee e Danilo Aroeira

A trama de Mandinga! segue a trilha de Luna, uma mulher bonita e confiante que esconde um segredo – ela é a lenda Cotaluna, uma sereia demoníaca que seduz e leva suas vítimas para o oceano para devorar. Por engano, ela comete o pecado de assassinar uma outra lenda e com isso provoca o deus Tupã, que pode colocar uma maldição sobre a Terra. Cotaluna precisará recorrer a outras lendas, como a mula, o saci e a rasga-mortalhas para ajudá-la a fazer uma mandinga para apaziguar a ira de Tupã.

  • - A Rosa Kaingang, de Letícia Losso

Obra conta a trajetória amarga e doce de Morena Rosa, uma menina que fugiu da escravidão em busca de liberdade e a encontrou no seio de uma tribo indígena do sul do Brasil. Esta é uma história real, de superação, força e coragem que, assim como tantas outras narradas por negros e indígenas, reflete a história do próprio pais. Por Letícia Losso.

  • - Não Esqueça das Ervas Lunares, de Thayse Fortes (Coati)
A obra conta a história de Benjamin, um herbalista que acabou caindo numa enorme enrascada ao chegar num vilarejo misterioso. Por sorte, sua vida foi salva por Aelindel, um mago purificador de espíritos. Mas nada é de graça e agora ele está em dívida com um grupo de magos e precisa escolher que caminho seguir nessa nova e inesperada aventura.
  • - Super Contos da Ilha II, do Coletivo de autores  moradores e nascidos em SC (editora Divina)
  • - Entrespaço: 2022, de Daniel Sousa
  • - Oblivion, por Fabrício Martins e Laura Jardim
  • - Revista Ménage, edição 4, de Laudo Ferreira, Germana Viana e Marcatti

Lançamentos Projeto Chroma

  • - Dragão Negro e Super Angolana: Destino Comum, de Thiago Silva e artes de Ton Marx, cores de Bruna Costa e Marina Garcia, roteiro de Thiago Silva e do angolano Zacarias Ndele 

HQ apresenta o primeiro crossover entre heróis brasileiros e angolanos e tem como tema central o desmatamento.  

  • - O Mistério de Cepheus, de Liliana Gaito e Carlos Rafael (Portugal) e tradução do Projeto Chroma. 

Obra conta a história do Planeta Paterna, que está morrendo devido ao mau uso dos recursos naturais pelos seus habitantes. A federação galcática autoriza a destruição do planeta, e a responsável por cumprir a ordem é uma nativa de Paterna, que terá uma difícil decisão pela frente.

  • - O Rato que Lê, de Arlindo Lettuce (Portugal) e tradução do Projeto Chroma

Livro infantil sobre a importância da leitura

Lançamentos Editora Skript

  1. - San Martín, de Alberto Breccia
  2. - Astrogenesis Potestades 
  3. - A Maldição da Pedra Escarlate  /Solomon Kane / Mitos de Cthulhu

Lançamentos Editora Trem Fantasma 

  1. - Amantikir, de Lillo Parra e Jeff Costa
  2. - Charges de Humor de Floripa, de Ricardo Manhães 
  3. - M’Bororé, de Clay Cardoso

  • - Sherlock Holmes - O Blefe do Homem Morto, de Gustavo Nascimento

A imortal criação de Arthur Conan Doyle povoa o imaginário dos apaixonados por histórias de detetive. A HQ apresenta uma aventura inédita sobre os inseparáveis Holmes e Watson a desvendar casos intricados para a Scotland Yard.  

  • - Contos de Honra e Sangue, de Wander Antunes

São cinco histórias isoladas e fechadas sobre o tema "honra e sangue". Roteiro, desenhos e cores do premiado autor Wander Antunes. São 68 páginas coloridas, lombada quadrada e capa cartão, formato americano 17 x 25 cm e muita de ação, aventura, romance e vingança. Além de grandes questionamentos e reflexões acerca das atitudes humanas. 

Concurso de Cosplay vai distribuir R$ 1 mil em prêmios

No domingo (20), às 17h, o palco do festival recebe a segunda edição do Concurso de Cosplay, um dos momentos mais aguardados do evento e realizado em parceria com a Wasabi Game Show.  Os 25 participantes desfilarão para um júri especializado, formado por Pry Felippe, eleita Melhor performance Concurso Regular da CCXP em 2019 e Melhor Performance da CCXP em 2020; e Marcelo Lima, Cosplayer e cosmaker desde 2018 que marcou presença na BGS 2019 como Alphonse, entre outros.  O primeiro lugar receberá o prêmio em dinheiro de R$500, o segundo de R$350 e o terceiro de R$150. 

Uma novidade este ano é o Concurso de K-Pop, uma competição divertida em homenagem ao gênero sul-coreano que é sucesso entre jovens que será também no domingo (20), às 18h30. Outra novidade é que o festival terá apresentações de música todas as noites. 

O CCQ é patrocinado pelo município de Florianópolis, pela Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer e pela Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura nº 3659/91. O projeto tem o apoio cultural da Floripa Airport. A idealização é da Made Joy e a produção é da Marte Cultural.

CCQ – Circuito Catarinense de Quadrinhos 2022

Imagens da CCQ:



Vicente Neto

Sou redator de notícias do site. Estudante de Sistema de Informação pela a UFC, curte animes, mangás e games desde os 15 anos, meu primeiro anime foi Sword Art Online. Sou programado e nas horas vagas design gráfico e editor de vídeos. facebook instagram twitter linkedin

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem