Versão em inglês de Mushoku Tensei foi censurada

O nosso objetivo é fornecer traduções precisas que reflitam a intenção do autor, ao mesmo tempo que oferecemos versões comerciais viáveis ​​e agradáveis de ler.

Depois de muitas críticas a editora Seven Seas Entertainment anunciou que “avaliará” as suas decisões editoriais sobre os volumes de Mushoku Tensei: Isekai Ittara Honki Dasu (Mushoku Tensei: Jobless Reincarnation) e Classroom of the Elite.

Recentemente surgiram na internet várias reclamações pelos fãs que secções completas de ambas as obras foram censuradas ou omitidas pela Seven Seas Entertainment.

Com base nas comparações, a edição em inglês do 7º volume de Youkoso Jitsuryoku Shijou Shugi no Kyoushitsu e omitiu parágrafos inteiros de prosa descritiva e diálogo em japonês. Os leitores reclamaram que as mudanças dificultaram a compreensão do que estava a acontecer na história. Assim, a editora decidiu que vai reeditar o volume nos formatos impresso e digital.

Também se verificaram casos semelhantes de omissões nos dois primeiros volumes de Mushoku Tensei: Jobless Reincarnation. Várias mudanças polémicas, designadas como censura direta, também envolveram uma reescrita completa de alguns segmentos. No Capítulo 3 do Volume 2, uma cena mostrando o protagonista Rudeus apalpando os seios de Eris foi substituída por por uma onde ele tenta ajustar a sua blusa para evitar que ela tenha frio. A cena na sua forma original foi apresentada no sexto episódio da série anime.

Outra mudança notável desde o primeiro volume envolveu a remoção de qualquer referência a violações. Quando Lilia descreveu a sua história sexual anterior com Paul para Rudeus no nono capítulo, ela referiu-se mentalmente às ações de Paul como “violação e adultério”. Isso foi reescrito em inglês como “infiel e adúltero”. Numa secção anterior do mesmo capítulo, Lilia relembra o incidente em que Paul entrou furtivamente no seu quarto para fazer sexo, descrevendo o ato como “forçado”. Isso foi removido na versão em inglês.

Em resposta às críticas a Seven Seas Entertainment pronunciou-se da seguinte maneira:

O processo de localização, especialmente para novels, envolve várias etapas de edição após o recebimento da tradução bruta, portanto, a tradução não é um processo 1: 1 com o japonês. O nosso objetivo é fornecer traduções precisas que reflitam a intenção do autor, ao mesmo tempo que oferecemos versões comerciais viáveis ​​e agradáveis de ler. Quanto a Mushoku Tensei, estamos atualmente a reavaliar a nossas escolhas editoriais e faremos os ajustes apropriados em breve se forem considerados necessários.

Sinopse de Mushoku Tensei

Na história acompanhamos um otaku desempregado de trinta e quatro anos que chega a um beco sem saída na vida e decide que é hora de virar uma nova folha – ele é atropelado e morre! Ele renasce no corpo de uma criança num estranho mundo novo de espadas e magia.

A sua nova identidade é Rudeus Grayrat, mas ele ainda mantém as memórias da sua vida anterior. Siga Rudeus desde a infância até à idade adulta, enquanto ele luta para se redimir num mundo maravilhoso, mas perigoso.

Com animação pelo Studio Bind, a direção é de Manabu Okamoto (The IDOLM@STER Cinderella Girls, Gamers!) e o design de personagens é de Kazutaka Sugiyama (diretor de animação de DARLING in the FRANXX, animador chave de The Promised Neverland). A produção é da EGG FIRM.

Vicente Neto

Sou redator de notícias do site. Estudante de Sistema de Informação pela a UFC, curto animes, mangás e games desde os 15 anos, meu primeiro anime foi Sword Art Online. Sou programado e nas horas vagas design gráfico e editor de vídeos. facebook instagram twitter linkedin

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem