Mangá de Jujustu Kaisen será concluído em 2 anos segundo autor

Divulgação: Shueisha

O mangá de Jujutsu Kaisen, principal hit da Shonen Jump desde Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba, provavelmente será concluído em 2 anos.

É o que revelou Gege Akutami, autor da série, em entrevista ao Mando Kobayashi, da Fuji TV. A entrevista foi ao ar no domingo (14), em ocasião do 14º Taisho Awards, prêmio em que livrarias do Japão elegem o melhor mangá de até 8 volumes em publicação (ou que tenha sido concluído no ano corrente) – o vencedor da vez foi Sousou no Frieren, de Tsukasa Abe e Kanehito Yamada.

Akutami, no entanto, ressaltou que não se trata de um prazo definitivo. Levado a comparar o andamento do mangá aos 9 pontos de parada que antecedem o cume do Monte Fuji – as chamadas “estações”, onde os visitantes costumam fazer pausas para descansar, tirar foto ou ir ao banheiro durante a escalada até o topo –,  o mangaká disse que Jujutsu se encontra “entre a 6ª e a 7ª estação“.

O autor ainda revelou que já sabe como a história irá terminar. Segundo ele, o destino de Megumi Fushiguro já está definido, mas o de Sukuna ainda não.

Jujutsu Kaisen é atualmente a galinha de ovos de ouro da Shueisha. Depois da conclusão de Demon Slayer, em 2020, o mangá tem sido o maior título em vendas no Japão, segundo o Oricon, tendo recentemente chegado à marca de 36 milhões de cópias em circulação. Na primeira semana do mês, a série vendeu mais de 3 milhões de cópias – só o primeiro volume teve mais de 1 milhão de vendas, aproximadamente.

No Brasil, o mangá é lançado pela Panini, que já publicou os 3 primeiros tomos. Com o primeiro volume esgotado, a editora prometeu uma nova tiragem.

Fonte: ANN

Vicente Neto

Sou redator de notícias do site. Estudante de Sistema de Informação pela a UFC, curto animes, mangás e games desde os 15 anos, meu primeiro anime foi Sword Art Online. Sou programado e nas horas vagas design gráfico e editor de vídeos. facebook instagram twitter linkedin

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem