Windows 11 terá a opção para devolver Menu Iniciar à sua posição tradicional

Ontem (15), o Windows 11 foi alvo de um enorme vazamento. Instantaneamente, a internet voltou a atenção para o Menu Iniciar, uma das maiores novidades visuais da atualização — agora centralizado e livre dos Blocos Dinâmicos. Mesmo com uma pegada mais moderna e próxima de sistemas operacionais destinados a dispositivos portáteis, várias pessoas preferem a seção antiga, com a lista de aplicativos na coluna lateral e os ícones mais discretos. Felizmente, a Microsoft deve permitir que usuários retornem ao design antigo facilmente.

O site Windows Central brincou com algumas linhas do registro e conseguiu alterar para o visual antigo sem muita dificuldade. Ao retornar ao menu Iniciar anterior, o botão volta para o canto inferior esquerdo e até os Live Tiles marcam presença.


Nesse caso, o Menu Iniciar do Windows 10 parece intocado, a não ser pelos novos ícones que compõem a lista de aplicativos à esquerda. A organização dos elementos permanece a mesma, assim como as arestas nada arredondadas.

Devido à simplicidade da sua ativação, essa pode ser uma das opções de personalização do menu Iniciar no novo Windows 11. Se o vazamento for verdadeiro e esse for o real plano da companhia, aqueles que não gostaram do design novo possivelmente terão a chance de optar pela solução antiga a partir de opções nas Configurações.

No entanto, ainda é cedo para crava, afinal o vazamento não garante legitimidade nem parece perto de estar pronto para o público geral. Considerando que o Windows 11 ainda deve passar por um período de testes após sua apresentação formal, é provável que atualizações com mudanças profundas sejam implementadas.

Mais informações sobre o que virá na próxima geração do Windows só serão apresentadas no evento de lançamento da companhia, marcado para 24 de junho deste ano.

Windows Central/CanalTech

Lucas Gomes

Olá, meu nome é Lucas Gomes, sou criador de conteúdo e redator.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem